segunda-feira, 31 de dezembro de 2007

Campeonato Matonense 2007 (Parte III)

Rafael Carlos Oliveira X Bruno Bueno Cavichia
Prêmio Limão Piterira K. de pior partida

(Analisa Fernando Frare e Leonardo Vivaldo)

(-Proibido para menores de 1800 Fide)

1.e4 e5
2. Cf3 Cc6
3.Bc4 h6N (?!)



(Posição depois de 3...h6)

(F.F.- “Como conhece teoria essa nova geração!”
L.V.- “Fegatello não! Gosto dessa meninada por que eles inventam mesmo! Se o problema ‘eterno’ é f7, por que não perder um mísero tempinho? Por curiosidade achei na MegaDataBaseMonster do Fritz 10 duas partidas anteriores (sendo que em seu Openings Books ele cita o lance com uma interrogação e com zero partidas jogadas). Portanto, não temos propriamente aqui uma novidade! Apesar de que duvido que alguém conhecesse as partidas:

Ioannis Aftsoglou X Odion Alkhoje- Barkhuuns , 1951, 1-0 em 41 lances
Paul Burke X John Burton- Astanha, 1989, 0-1 em 48 lances”


4.d3...(L.V.-Fritz 10 analisa 4.d4 e 4. Cc3 como melhores, mas isso, aqui, é como discutir os sexo dos anjos ...”)

4...Cf6 (L.V.- ...Pois aqui, nesta posição, já temos quase 50 partidas jogadas na base. E deve haver muitas outras, entretanto, cuidado com essas transposições!).

5.Cc3 Bc5
6.0-0 d6
7.h3 ...


(F.F.- “A inveja é uma merda!”
L.V.- “Originalidade é o ponto forte! Mais uma vez não encontrei antecedentes no informador. Então, apelei para a MegaDataBaseMonster que indicou novamente duas partidas nessa posição:
Javier Garcia Alvarez X Miguel Alvarez-Dieren, 1958, 0-1 em 46 lances
Carlo Bragalia X Ruben Canales Inocencio, Baku, 1989, e não se têm os lances da partida! ”)


7... 0-0
8.Be3 Cd4?!
(L.V.- “9... Bb6 e a posição é normal e, além do mais, igual")

(posição depois de 8...Cd4?)

9.Bxd4 exd4?

(F.F.- “Apesar das obtusidades a partida era aceitável..."
L.V.- "Porco Ladro! Pode parecer estranho, mas este lance não é o fim do mundo. Entretanto, não é apenas acertar o lance - e ele não é nenhum acerto-, mas pelo menos um plano -ou sequência...”


10.Ce2 ...

(F.F.- “Era uma vez um peão em e4..”
L.V.- “Por incrível que pareça este não é o melhor. 10.Cb5 d5 11.exd5 Cxd5 12.Bxd5 [12.Cbxd4 Cb6 também é complicado] c6 13.Te1 cxb5 14.Te5 Bd6 15.Te4 Bc5 16.Bb3 Df6 e brancas um pouco melhor”)


10...a6

(F.F.- ''Impressionante! Eles não tem apego material nenhum!''
L.V.- “10... a6? Porco ladro! Será que eu perdi alguma coisa no caminho?! Até parece que nada está acontecendo...
Existem três tipos de Enxadristas: Os que se corrompem, os que se omitem, e os que vão pra guerra! Evidentemente que depois de 8...Cd4 a posição das Negras não é boa, todavia é preciso subir o morro! Faca na Caveira, e nada na carteira! Muito melhor seria 10... d5 E se por exemplo: 11 exd5 Cxd5 12.Cexd4 Cb6 13.c3 Cxc4 14.dxc4 apesar do peão a mais das Brancas, ele é dobrado e as negras conservam o sacrossantíssimo Par de Bispos. Seria, pelo menos, uma posição de luta... Esse pessoal é mesmo fanfarrão! 06, trás o saco...”)


11.Cfxd4 Bd7 (L.V.-“ainda era possível tentar complicar com d5...”)
12.a4 Ch5


(posição após 12... Ch5)

(F.F.- “Ao Ataque!”
L.V.- ”Como diriam os russos: Pewky Atakon!”)

13.c3 Te8?
14.b4 Ba7
15.Cc2? ...

(F.F.- “Por que ele jogou o cavalo em c2?”
L.V.- “Por que tem coisas que só a Philcco faz pra você! O que era uma posição de um ponto de vantagem –Frizvaldomente falando- agora é de um pouco melhor Branco...”)


15... Dh4

(F.F.- “Inexplicavelmente as Negras começam a ter alguma chance”
L.V- “Segue o ataque... (?)”)


16.Ccd4

(F.F.- “Sem comentários...”
L.V.- “Estudante de Filosofia, Rafael segue a máxima: ‘Se até Voltaire voltava...’, mas, se o medo era a diagonal a7-g1, poderia ter sido pelo menos o cavalo de e2, para disfarçar...”)


16...Te5??

(F.F.- “16... Bxh3 -apesar de que também deve perder-traria algumas complicações, lembrando a máxima: Capivara não tem garantia, nem de noite, nem de dia! Eles dão material com uma candura...”
L.V- “Genialidade. Rafael conseguiu causar uma pane no Fritz 10! Nesta posição ele analisa 16... Dd8 e dá a posição como igual! Minha teoria: o computador deve ter ‘pensado’ que o Branco iria ficar repetindo os lances de cavalo! É, quem diria, por essa partida, encontramos um bug no Fritz! Paira a fumaça de uma Piteira...[16... Df6, mas a posição ainda é muuuito difícil...]")


17.Cg3???

(F.F.- “Além de não dar o duplo, dá um peão. Aqui vale um adendo: Leitor, a seqüência que segue é tão bela quanto trágica. Sem sombra de dúvidas, uma das piores seqüências de lances do Xadrez Matonense!”
L.V.- “O que dizer? A Bola rola de pé em pé!”).


17... c5???$

(posição após 17...c5???$)

(F.F.- “A beleza do lance vale por si só...”
L.V.- “A cereja do bolo! É o xadrez arte! Xadrez para as massas! Eles jogam pela estética!
$: nova simbologia que será proposta ao informador. Representa ‘Esse lance não tem preço!’ ”)


18.Cf3! (L.V.- “Único!(?)”) Bg4???²

(F.F.- “Cravando o cavalo de f3!!! Um daqueles lances que dá prazer em fazer frente ao tabuleiro. Tanto que faz quanto quem leva sai extasiado. Que espetáculo!
L.V.-Traz a doze 06... ”)


19.hxg4! (F.F.- “Único!(?)”) Dxg4??!³

(F.F.- “Impressionante como essa nova geração calcula!”
L.V.- “...!!!..”)


20.Cxe5 ...

(F.F.-“Agora, as pretas tem o seguinte dilema: se troca as damas, termina o ataque. Dessa forma...”
L.V.- “Único!(?)”)


20...Dh4???³ (F.F.-"Tentando manter as damas e o ataque!")

21.Dxh5 ...

(posição após 21.Dxh5)

E as pretas abandonam.

(F.F.- “Ante a inevitável troca de damas, pois se 21...Dd8 22.Df7 Rh8 23.Cf5 Df6 forçado, as Negras, olhando para o tabuleiro, contando as peças, e sentindo estar em ligeiro déficit material, eleva a mão ao relógio e parabeniza o adversário pela defesa precisa”.
L.V.- “Quanta desolação transparece no Bispo de a7...”)

Brincadeiras à parte, vamos pegar firme pessoal! Estudar e jogar... Chega de preguiça! (já basta a minha!).

"Você é um fanfarrão, senhor 06!" NASCIMENTO, Capitão; in 1001 maneiras de pedir para sair, RJ, 7 ed°. Editora Caveira.

GAROTADA: "ABROLHOS!".


3 comentários:

Lais Pimentel disse...

tá, 18:04, último dia do ano, muita festa lá fora e churrasco, eis que desisto de terminar de ler.
AKPOKAPOKAKPOAKPOKPAOKA

e confesso, aprendi muito com o pouco que li nesse post, tipo, 'o que não devo fazer'
KPOAKAOPKPAKPKOK o/

dois beijos Vivaldo,
e que venha 2008 :)

sBRISSA disse...

ééé...realmente o futuro do xadrez está na mão de Grandes, como os 2 ai!!
percebe-se que são anos de estudos até alcançarem tal nivel enxadrístico!!e para tal nível, foi necessário até uma nova simbologia, criada pelo vivaldinho.

c5???$ - um lance que de tão ruim, não tem preço...praticamente OBRIGA o adversário a dar o duplo!!
FANTÁSTICO! é uma nova escola do xadrez romantico!!

mas como disse o vivas....VAMO ESTUDA MULEKADA!!!

gbsalvio disse...

Este lance desta partida 3...h6!? foi muito discutido em um grupo de discussão que participo unorthodox chess openings.. O seu ferrenho defensor diz que é super interessante!