terça-feira, 20 de maio de 2008

Festival Santista de Xadrez- Mário Covas, TERCEIRA e QUARTA rodadas

Evidentemente que eu esperava escrever alguma coisa mais elaborada sobre a terceira rodada e não ter que emendar aqui a quarta, mas falta me tempo e animação: Rumores de uma gripe já estão surgindo em minha carcaça (quase) carcomida. Além disso tudo, ainda me toca escrever só com os laptop´s do pessoal aqui (e eu nunca sei direito onde estão as teclas).

Para fechar as justificativas, tem sempre um monte de gente do meu lado. Não que isso seja ruim, muito pelo contrário, mas é que eu acredito na máxima parnasiana do mestre Bilac:

Longe do estéril turbilhão da rua,
Beneditino, escreve! No aconchego
Do claustro, no silêncio e no sossego,
Trabalha, e teima, e lima, e sofre, e sua!


Para exemplificar melhor isso: Estou aqui, olhando pra cara do Felipe e vejo o mestre Herman perguntando para o mestre Millos se ele também tem blog (por que agora TODO MUNDO TEM UM). Alexandre Sigrist teoriza sobre a inutilidade de entrar off-line no msn. Ramón, nas horas vagas, Jogando xadrez, poker e outra coisa estranha de um sapo que fica rodando e atirando bolas pela boca para encaixar em outras bolas (mais abstração que isso, só as partidas - e comentários- do GM Fier). Além disso, descobrimos que o Jeff Buliniador visitou a página do orkut do Ramón. Agora pense você: como eu vou prestar atenção em alguma coisa?! Pois é, são esses pequenos detalhes que fazem um bom torneio...(?!).

Sendo assim, vale lembrar também que, depois de viajar quase oito horas de ônibus (devido a "minha eficiência" em acertas os horários), saindo e entrando de ar condicionado para outro, encontrei o melhor: O MALDITO AR CONDICIONADO do salão de jogos. Pois é, não poderia ser diferente: vir para Santos e ficar doentes são duas condições inerentes da minha pessoa (esse é o maior motivo para a minha carne estar ficando podre e este post aparentemente estar cheio de errinhos - ?!).

Mas... Chega de reclamar!

Até por que, se você ficou em casa, sentandinho, assistindo a novela e vendo as partidas, isso foi graças ao pessoal da arbitragem, e, modestia (Não, não é a irmã do árbitro Modesto) à parte, eu fui importantísssimo, pois quando não fique anotando as partidas do Mário Covas (onde o Felipe está jogando), fiquei passando as partidas do Regina Helena, onde jogaram Andriano, não, digo, André, não, digo, Andreas, não, é Andrés Rodrigues (pois é, muita gente confunde) e Diego Di Berardino. Na disputa da partida Diego perdeu, mas ele não deixa de levar um prêmio:

"Prêmio Gabriel Name de Caligrafia".

Ainda no Regina Helena, por alguns momentos Alexandr Fier foi substituido por CARLOS Fier. Alguém viu isso? Quem conseguir provar que viu esse pequeno equívoco vai ganhar algumas aulas de inglês, português e espanhol com o MF El Debs (Pois é, ele conversa nos três idiomas, simultaneamente. Na verdade essa psicodelia lingüística – ou simultânea lingüística- cria um quarto idioma que ainda não foi identificável. Apenas se sabe que é similar a língua falada pelo personagem Chewbacca, do Star Wars).

Mas o fato mais fantástico, evidentemente, não foi esse (e nem o tanto de chocolate que eu comi durante as rodadas): Felipe El Debs, que jogava com o MI chileno Flores, não só o recusou o empate que o jovem MI lhe tinha oferecido, como GANHOU do MI! Pois é, acreditem se quiser... Tentamos lembrar e não conseguimos descobrir qual foi a última vez que isso aconteceu na vida do MF El Debs. E olha que o MI chileno até tentou "agarrar" as mãos do El Debs que, procurando as palavras corretas de seu vastíssimo espanhol para recusar o empate, ficou pelo menos 15 segundos com as mãos zinzindo no ar. Ninguém entendeu muita coisa... Eu tenho uma teoria: esse dançar dos braços do MF brasileiro foi uma resposta do corpo que NÃO acreditava que ele não estava aceitando o empate. E olha que o Felipe provou mais uma vez como ele tem o dom de escapar da preparação... QUE ELE MESMO FAZ. Aliás, Felipe confessou que depois da recusa do empate lembrou-se da célebre frase do pensador e filósofo LEOMAR BORGES, de Rio Preto: “Recusar empate dá azar” (e olha que o Léo chegou até mesmo a aparecer no msn depois de DOIS ANOS SEM ENTRAR. E ele trabalha o dia todo com o pc conectado na internet!).

Segue o resultado das partidas (e o maldito ar condicionado do salão de jogos sempre ligado).

Aliás, quem quiser aprender o quanto é necessário para mais ou menos uns 80% de uma monografia, vide o quarto boletim do MI Coelho, para o site Clube de Xadrez. Na próxima vez ou ele escreve um novo Grande Sertão: Veredas ou Os Meus Grandes Predecessores. ( Que no caso são: Pernalonga, Roger Rabbit, Quincas, Coelhinho da Páscoa, Sansão da Mônica, Paulo Coelho, Coelho da Alice -sempre apurado no tempo. Coincidência?-, o famoso e misterioso COELHO DA CARTOLA e por fim Tambor, o coelhinho amigo do Bambi).

Resultados da 3ª rodada (descaradamente copiado do boletin do MI Coelho para o site Clube de Xadrez):

MI Luís Coelho (2392) 1-0 GM Rafael Leitão (2604)
MI José Cubas (2430) 1/2-1/2 MI Krikor Mekhitarian (2466)
GM Gilberto Milos (2594) 1/2-1/2 GM Oswaldo Zambrana (2479)
MF Felipe El Debs (2423) 1-0 MI Mauricio Flores Ríos (2450)
MI Sandro Mareco (2470) 1-0 MI Dan Cramling (2399)

Classificação após a 3ª rodada (Novamente: Deus Salve o ctrlC+ctrlV):

1) Milos - 2,5
2) El Debs, Zambrana e Mareco - 2
5) Mekhitarian e Cubas - 1,5
7) Coelho - 1
8) Leitão, Flores Ríos e Cramling - 0,5~

Sobre a quarta rodada, que aconteceu ontem, eu atingi o ápice da minha dor de garganta: finalmente ela se manifestou com seus sintomas característicos. Mas ainda deu pra agüentar o dia todo. Nesse dia o nosso amigo Felipe empatou com o GM Zambrana, que é muito simpático e atencioso com o pessoal aqui. Curiosamente, a Venezuela, do ditador Hugo Chaves, também dormiu em tranqüilidade esta noite. Mais uma coincidência?

4ª Rodada/Ronda/Round - 20/05/2008 (note que está diferente da tabela lá de cima, pois essa eu tive que fazer: não tive de onde copiar):

Rafael Leitão 1 X 0 Dan Cramling
Mauricio Flores Rios 0 X 1 Sandro Mareco
Oswaldo Zambrana 0,5 X 0,5 Felipe El Debs
Krikor Mekhitarian 0 X 1 Gilberto Milos
Luis Coelho 0,5 X 0,5 Jose Cubas

Para a classificação até a quarta rodada use a imaginação (e uma calculador, se preciso for). Antes que meu corpo entre em putrefação, vou dormir. Espero que vocês me perdoem. Amanhã é Felipe contra MI Krikor (o link do blog do Krikor está ali do lado).

Até Mais!

Forte Abraço!

(PS: Desculpem, mais uma vez, os vários erros! Postar "em tempo real" dá nisso!)

Um comentário:

Filipe... o terapeuta de grupo disse...

fala débil mental..... peço ao senhor um favor... pela minha terrível condição financeira e por ter horários conturbados num fim de semana de feriado em Curitiba... o senhor podia me enviar por torpedo os resultados ao fim da rodada do meu ídolo Pulúcios.... hahahahahaha mais 2 empates e 2 vitórias e o título de MI vem com brinde de Norma de GM... confiança.... abração pra todos aí... sorte Felipe.... 2 vitórias hein rapaz... e dois empatafodas.... hahahahahaha.... façam esse favor pra mim... até logo.... MANDEM A PORRA DO TORPEDO QUE EU FICO CURIOSOOOOOO!!!!