domingo, 8 de abril de 2007

Rave e Xadrez Dinâmico.


Rave e Circuito Paulista de Xadrez Dinâmico.
5ª etapa - São Manuel. Torneio Memorial “Paulo Sérgio Augusto” 25/03

“Não sou tão tolo a relacionar o que acontece sobre o efeito da mescalina ou de qualquer outra droga, existente ou que possa vir a existir, com a compreensão do fim e do derradeiro objetivo da vida humana: a Luz, a Beatífica Visão.”
(Aldous Huxley “As Portas da Percepção”)


Esse ano está sendo mesmo atípico. Fui ao carnaval... e gostei! Acho que nunca rendi tantas homenagens ao Deus Baco, e também não estou tomando tantos remédios. Ando descobrindo novas bandas, novos livros, novos estilos. No quesito relacionamentos aprendi lições importantíssimas: “Tutto è esperienza.” E Não esquecendo que nesse caso temos a máxima maior da amiga Taís Julião: “Então relaxa... tenha o caos como parâmetro, acredite mais em surpresas do que em compromissos agendados.” Parece que “as portas da percepção” estão se abrindo!
Mas um dos fatos mais curiosos se deu na semana que precedeu o Torneio de São Manuel. Meu estimado amigo Felipe "Chebbawca" El Debs convidou-me para uma RAVE! Isso mesmo, acredite vocês: Logo eu, um rapaz pacato, embevecido de boêmia romântica, seria mergulhado neste mundo vertiginoso e caótico que é a noite moderna! Além de encarar essa epopéia pós-moderna, não imaginava que o melhor ainda estava por vim: Felipe teve a brilhante idéia de irmos jogar na manhã seguinte um torneio de 21em São Manuel! O que dizer? Rave e Xadrez. Exatamente nessa ordem. Tomei a única atitude possível: aceitei de pronto a idéia!
Foi uma situação singular para minha pessoa (e para Felipe também. Sua namorada, e mais o casal de amigos que estavam conosco, já eram veteranos nesse tipo de festa). A Rave se deu em uma fazenda (um verdadeiro rally para chegar, mas como aprendi depois: “rave é assim mesmo”) perto de São Carlos, e o mais curioso: seria gravado um programa da Rede Record de Televisão com as atrizes Karina Bach e Ticiane Pinheiros! Além da chegada das musas, os pontos altos da noite foram:

- Na entrada (eu, Felipe, e Belle, namorada do Felipe) com pirulitos na boca;
- A chegada de nosso amigo Rafael Blanco! Do nada! ;
- Eu e Rafael passando pulando em frente às câmeras;
- Minha tentativa frustrada em ganhar um selinho da Karina;
- Felipe dançando;
- Eu dançando;
- Tun, tutuntu, tuntuntun, tuntutn (era essa a música);
- Volta para a civilização. Parada obrigatória no “TremBão”. Lá, o X-Bacon, tem bacon mesmo!
- As poucas horas de sono.

Passada essa singular noite (noite? O que é isso mesmo?) partimos em estado de semi sonambulismo para uma Van que sairia do centro de São Carlos direto para o torneio. È imprescindível agradecer aos amigos são carlenses Renato (secretário de esportes) Marcel (Capitan! Oh, my Capitan!) Eugênio (companheiro de modas Falconianas) e todo os mais amigos, e amigas, são carlenses. Não dormimos nem na ida, nem na volta! E tome Falcão! Foi mesmo muito bom!

Não vou escrever aqui nada do tipo “As Portas da Percepção”. Mas, bem que deveria.
É incrível como depois de algum tempo sem sono o corpo “se liga no piloto automático”. Tudo misturado à adrenalina enxadristica, parece transpor o corpo para um estado de vigília instintiva. As peças não atacam ou são atacadas: elas sobrevivem. Tomam vida, forma, se harmonizam sozinhas. Parece que estamos vendo tudo de fora...

Tirando alguns surtos que tivemos (a diferença é que quando isso aconteceu comigo eu perdi, e ele empatou!) jogamos um bom torneio. Fizemos 5,5 pontos em 7 possíveis, sendo que eu empatei na última rodada e Felipe perdeu para o simpático MI Ivan Kuhlmann Nogueira. Foi algo diferente, e com certeza repetiremos a dose um dia.Antes que esqueça, fica aqui um abraço ao amigo de Sorocaba Isaac. Figura impagável!

Classificação final Feder Score M-Buch. Buch. Progr.

1 Ivan Kuhlmann Nogueira, Abs. 6.5 25.5 35.0 27.0
2 Adriano Fernandes de Oliv, Abs. 6.5 25.0 35.5 27.0
3 Tiago Pereira Rodrigues, Abs. 6 23.0 32.5 25.0
4 Celso da Silva Santos, Abs. 6 23.0 32.0 26.0
5 Marcel Heimar Ribeiro Uti, Abs. 6 21.5 30.0 24.0
6 Felipe de Cresce El Debs, Abs. 5.5 26.5 36.0 25.5
7 Guilherme Pereira de Alme, Abs. 5.5 22.5 32.0 23.5
8 José Jorge Andrades, Abs. 5.5 22.0 31.5 25.5
9 Leonardo Vicente Vivaldo, Abs. 5.5 21.5 30.0 22.5
10 Eugenio Albaneze Gomes da, Abs. 5.5 19.0 26.0 22.0

(de um total de 125 jogadores)

4 comentários:

Felipe El Debs disse...

Apesar da alegria de ver nossa história sendo imortalizada pelos seus dedos, acho que você deveria tomar mais cuidado, já que esse blog certamente em pouco tempo será o mais visitado da comunidade enxadristica brasileira, e tenho o pretencioso receio que os jovens enxadristas tentem se espelhar nesse texto. Espero que você não se ofenda com essa critica construtiva.

taís_julião disse...

Pagaria qualquer preço para ver Felipe dançando... numa rave! rs

Vivaldão disse...

Pagaria qualquer preço para ver o Felipe dançando em qualquer lugar!!!rs

Marcel disse...

Owww meu caro Vivaldinho!
Eu nao compartilhei a rave com vcs, mas em relacao ao campeonato realmente foi mto divertido. Com relacao a van, apesar de mta pentelhacao por parte de vcs foram bons momentos!
Mta cultura falconiana hein!
abracos!